© 2023 por Feminitá Saúde da Mulher. Criado com Wix.com

Seguir

  • facebook feminita
  • instagram feminita

Horário de Funcionamento

Seg - Sex: 08:00 - 17:00

Endereço

Shopping Estrada do Coco, Sl 423

Lauro de Freitas

Mapa do Site

Responsável Técnico:
Dr. Robert Pedrosa - CRM-BA 12639

ORIENTAÇÕES PARA A GESTANTE

 

  • O casal, ao desejar engravidar, antes de suspender o método de contracepção, deverá realizar consulta com o obstetra;

  • Deve-se manter o controle do peso, dieta saudável e atividade física, antes, durante e depois da gestação;

  • A primeira consulta pré-natal deverá ser agendada assim que ocorrer o atraso da menstruação.

OBSTETRÍCIA

A gestação promove mudanças na vida da mulher mais do que qualquer coisa já o fez antes. Como mulher, essas transformações serão sentidas diariamente no lado físico. Além disso, mãe e pai, como casal, terão de lidar com mudanças emocionais e se adaptar a algumas alterações na organização do dia-a-dia.

Nós ficamos felizes em acolher as futuras mamães e auxiliá-las nessa caminhada, contribuindo com a rara oportunidade de crescimento que o nascimento de um filho oferece, colaborando assim, através do fortalecimento dos laços afetivos, para a saúde e o bem-estar familiar. 

NOSSAS ESPECIALIDADES
 

Avaliação Pré-Concepcional 

Pré-Natal (Incluindo Alto-Risco) 

Assistência ao Parto Vaginal 

Assistência ao Parto Cesariana 

 

PARTO PODE SER HUMANIZADO INDEPENDENTE DO LOCAL OU DAS INTERVENÇÕES

Cada vez mais, aparece o termo “Parto Humanizado” nos grupos de discussão de parto nas redes sociais, nos sites dos profissionais que prestam atendimento obstétrico e na mídia. Mas, na verdade, pouquíssima gente sabe realmente o que  significa humanizar a assistência ao parto.

 

O parto humanizado não é uma técnica de parto. Não é o mesmo que parto domiciliar, e também não é o mesmo que parto natural. Independente do local ou das intervenções, o parto pode ser humanizado. Assim como pode haver parto em casa ou parto natural que não é humanizado.

 

“O parto humanizado é um conceito, onde o tempo do bebê e os desejos da mulher são ouvidos e respeitados.”

 

E no caso de algum desejo da mulher não poder ser atendido, os profissionais que estão assistindo-a irão explicar o porquê, qual intervenção é necessária e ela dará seu consentimento. Portanto, incentivar que a gestante/casal elaborem um plano de parto e compartilhem com as pessoas e/ou instituições que irão prestar assistência ao parto e nascimento desse casal deveria ser indiscutível e imprenscidível para instituições/profissionais que dizem prestar assistência humanizada.

 

O parto humanizado pode acontecer em um hospital, casa de parto ou na casa da parturiente, com equipe que assista a mulher com base em evidências científicas, sem terrorismos desnecessários.

 

O parto humanizado pode ser natural ou pode precisar de intervenções, a pedido da mulher (como a analgesia por exemplo) ou por indicação do profissional que está assistindo ao parto.

 

Sendo assim, podemos dizer que a humanização do parto e nascimento tem como base três pilares:

1) respeito à autonomia e protagonismo da mulher durante o processo da gestação, parto e pós-parto, com foco na fisiologia destes processos individualizando o olhar para cada binômio.
2) respaldo das condutas obstétricas e neonatais em evidências científicas recentes e de qualidade.
3) assistência multiprofissional e integral à gestante, parturiente, puérpera e bebê. Não há como humanizar realmente uma assistência quando o cuidado é prestado por apenas um profissional. Portanto a inserção de profissionais com olhares diferentes no cenário da assistência obstétrica e neonatal é imprenscidível quando se deseja prestar um modelo humanista de atendimento.

 

Fonte: EBC